brasilmuseus/exposiçõessão paulo

Museu do Futebol – SP

Museu do Futebol - SP - Estádio Pacaembu

O Museu do Futebol fica dentro do Estádio do Pacaembu, um lugar ícone que faz parte da história do futebol de São Paulo, do Brasil e do mundo (esse estádio recebeu seis jogos da Copa do Mundo de 1950). As exposições mostram através de fotos e vídeos a história do futebol e dos jogadores brasileiros, sem esquecer dos grandes ídolos mundiais. O Museu do Futebol – SP é um exemplo do tamanho da paixão nacional e como o esporte está ligado à nossa vida. Na Sala das Copas, os anos das copas são representados com fotos do evento e dos acontecimentos do mundo simultâneos. Esse museu é uma visita muito recomendada em São Paulo!

Visita ao Museu do Futebol em São Paulo

A visita começa do lado de fora, pois o lugar que o museu está é muito especial. A fachada do estádio já mostra a grandiosidade do local e o que o futebol representa para o povo brasileiro. As bilheterias ficam do lado esquerdo e logo em seguida fica a entrada do museu. Se você tiver sorte, o portão do estádio pode estar aberto e é possível entrar um pouquinho, até a área cercada.

Museu do Futebol - SP - Estádio Pacaembu

Assim que você entra no museu do futebol, é sugerido que a visita comece passando pelo antigo túnel que dava acesso ao campo. Você já entra no clima, pois no túnel se ouve uma gravação com o barulho da torcida e ele acaba no gramado. É emocionante, pois você se sente como um jogador. Não é permitido pisar no gramado pois pode danificá-lo.

Voltando ao saguão, que é decorado com flâmulas, figurinhas e cartazes super bacanas, o trajeto continua subindo ao primeiro andar. Ao subir a escada rolante, o visitante é recebido pelo Rei Pelé (imagem holográfica), que dá as boas-vindas.

Museu do Futebol - Embaixo das arquibancadas

Na primeira sala há 29 (imagens holográficas) jogadores, sendo 2 jogadoras a Marta e Formiga. Logo depois vem a sala, onde gols memoráveis são narrados por pessoas importantes no meio do futebol.

Painéis - Museu do Futebol - SP

Continuando, vem a sala que mostra as torcidas nos estádios, com seus cantos e bandeiras. Ela fica embaixo das arquibancadas e é possível ver os degraus no teto.

No segundo andar, vem a sala com fotos e jornais antigos, onde é possível observar como o esporte mudou durante esses anos. Como os atletas se vestiam, como a mídia noticiava os jogos, muitos hábitos da época a evolução do futebol amador para o profissional e o futebol feminino no país e no mundo.

Depois passa pela sala Rito de Passagem, onde mostra o vídeo da dramática derrota do Brasil na Copa de 1950, com o Maracanã lotado. Essa derrota marcou profundamente todo o povo brasileiro e ficou conhecido como “maracanaço”.

Na sala das Copas, os totens com fotos são separadas pelas copas e relembramos momentos importantes de cada época, fatos que só conhecíamos que foram contadas pelos nossos pais e avós e momentos que vimos ao vivo na televisão, como as últimas edições. No final dessa sala fica a camisa do Pelé e as bolas usadas nas copas. Ver a camisa de perto é emocionante, é como estar perto de um dos nossos maiores ídolos.

Logo depois, telas colocadas em dois grandes círculos mostram com imagens em movimento e fotos antigas do Pelé e Garrincha nas décadas de 1960 e 1970 e como o seu futebol encantou o mundo. Curiosidade: eles nunca perderam uma partida quando jogaram juntos.

Museu do Futebol - São Paulo - Imagens de jogos

Logo depois tem uma passarela de madeira suspensa que liga à próxima sala. A passarela é aberta para a Praça Charles Miller e a vista é linda, de um ângulo diferente.

Na sala dos Números e Curiosidades, as placas gigantes têm frases, regras e termos usados no campo, com explicações e ilustrações. Por exemplo, soubemos o que é WO é a sigla de walkover (definição: abandono do jogo pelos jogadores). Claro, não podia faltar ali tem 5 mesas de pebolim (ou totó dependendo da região do Brasil), onde as pessoas podem jogar um pouco.

Museu do Futebol - São Paulo - Lances de jogo

Descendo a exposição fica mais interativa. Há um goleiro virtual, onde visitante chuta a gol e o goleiro tenta defender e a velocidade do chute é medida. Também é possível tirar uma foto segurando a taça da Copa do Mundo, na verdade a gente segura uma plaquinha e o computador substituiu pela taça. É possível enviar essa foto para o seu email.

História do Museu e Estádio do Pacaembu

O estádio do Pacaembu foi inaugurado em 27 de abril de 1940, com a presença do presidente Getúlio Vargas e o governador Ademar de Barros e prefeito Prestes Maia. Ele foi construído com capacidade de 70 mil pessoas. Devido a nova legislação, os lugares foram demarcados e a capacidade de público diminuiu. Em 1969, a concha acústica foi demolida e no lugar foi construído uma grande arquibancada (capacidade de 10 mil), conhecida como Tobogã. Hoje o estádio comporta quase 40 mil pessoas.

Campo Estádio Pacaembu

A arquitetura do estádio é em estilo Art-deco e foi inspirado no Estádio Olímpico de Berlim (Alemanha).

O Pacaembu recebeu seis jogos da Copa do Mundo de 1950 e disputas de várias modalidades nos Jogos Pan-Americanos de 1963.

Na saída do museu (também tem acesso pela frente do estádio) tem uma loja com produtos esportivos e uma cafeteria super bacana, com as mesinhas ao ar livre.

É disponibilizado para os visitantes, armário gratuito para deixar mochilas, sacola, guarda-chuva, entre outros objetos.

Endereço do Museu do Futebol: Praça Charles Miller, s/n – Estádio Paulo Machado de Carvalho – Pacaembu – São Paulo.
Como chegar: Metrô – estação mais próxima: Marechal / linha vermelha e tem diversas linhas de ônibus.
Estacionamento: há vagas na Praça Charles Miller com Zona Azul.
Horário: terça a domingo das 9h às 18h. (Pode haver alterações nos horários em dias de jogos).
Ingresso (2019): 15 reais – inteira / 7,50 reais – meia-entrada. Às terças-feiras, a entrada é gratuita.

Veja mais no site do Museu do Futebol em SP.

Este post faz parte de uma blogagem coletiva da Museum Week 2019. Confira mais posts sensacionais da #museumweek abaixo!

  • Cantinho de NáTop 3 museus em Nashville: música, história e arte
  • Let’s Fly Away7 Museus em Chicago: Museum Week
  • Destinos por onde andei…Royal Ontario Museum, Toronto, o que ver?
  • Ligado em ViagemGuia completo para o Museu de História Natural de Londres
  • Qualquer viagem. Eu vou!Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil – Bairro da Liberdade
  • Uma Viagem Diferente5 Museus para conhecer em Santiago do Chile
  • Foco no MundoMuseus em Nova York: 5 opções imperdíveis que fogem um pouco do comum
  • Mapeando MundoMuseum Week 2019: Top 5 museus para ver Monet
  • Chicas LokasMuseu de Imagens do Inconsciente no Rio de Janeiro
  • Tripping UnicornMuseu das Civilizações Asiáticas em Singapura
  • Viagens InvisíveisMuseu do Vinho em Cafayate, Argentina
  • Pelo Mundo com ManuMuseu do Amanhã – Rio de Janeiro/RJ
  • Recordações de ViagensMuseu de Arte Digital em Tóquio: Mori Building Digital Art Museum teamLab Borderless
  • Mulher Casada ViajaUm dia no Museu Catavento de São Paulo
  • Fui ser ViajanteMuseus de Madrid: como visitar os mais famosos de graça!
  • Vamos Por AíPinacoteca de São Paulo e o Projeto Educateca para crianças
  • Dani TurismoMuseu Emílio Goeldi em Belém
  • Trilhas e CantosOs Museus de Zagreb, na Croácia
  • Share Button

    Vai Viajar?

    Já reservou o seu Hotel? Nós usamos e recomendamos o Booking para reserva de hotéis, com opções em todos os lugares do mundo e com diversos preços. Faça a sua reserva de hotel através do nosso link acima.

    Não esqueça do Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa (Tratado de Schengen). Mesmo em outros países, é importante ter a assistência médica para casos de emergência.
    Você pode parcelar em até 12x no cartão de crédito ou receber o desconto de 5% no boleto! Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAGEMLADOB5

    Vai alugar um carro? Temos parceria com a RentCars. Você paga em Reais e sem cobrança de IOF! Você pode pagar no cartão de crédito parcelado, ou receber desconto no boleto bancário!

    Reservando com os nossos parceiros, você nos ajuda a manter o blog e a criar mais conteúdo!


    28 comentários
    1. Tharsila Fernanda Santos Costa

      Que legal! Futebol não é muito minha praia mas lembro que visitei o Maracanã no Rio e gostei bastante. Vou incluir na próxima ida à São Paulo.

    2. Lulu Freitas

      Tenho muita vontade de conhecer o Museu do Futebol de São Paulo. Imagino a emoção de atravessar o túnel com o barulho da torcida! O acervo do museum deve ser sensacional Houve aqui no Rio uma mini exposição do acervo no CCBB e foi um barato.

    3. Helen Pusch

      Adorei a maneira como tu foste descrevendo o museu, me senti um pouco como se eu estivesse lá dentro!
      Apesar de adorar museus e também adorar futebol, esse Museu do Futebol nunca tinha me chamado muito a atenção… mas depois do teu post, entrou para a listinha de lugares a visitar. Fiquei louca para ser “recebida” pelo Pelé! 😀

    4. Ana Carolina

      Levei meu filho nesse museu e não sei quem ficou mais empolgado se fui eu ou ele, dá para acreditar? Esse museu é ótimo, até para quem não é fã de futebol. Lendo seu post vi que terei que voltar nele, pois me deu uma baita saudade

      1. lais

        Crianças e adultos se divertem nesse museu. Inclusive tem atividades especiais nos dias das crianças e outras datas específicas. Vale a pena conferir no site do museu.

    5. Débora Resende

      Que legal, não sabia que tinha museu do futebol no Pacaembu! Aqui no Mineirão também tem, mas ainda não conheci 🙁 Lendo seu post fiquei morrendo de vontade de ir!

    6. Gisele Prosdocimi

      Adoro museus, conheci só um relacionado ao tema futebol, o do River em Buenos Aires, e achei muito interessante. Meu filho adora visitar estádios, por isto sempre visitamos alguns em nossas viagens, mas nem sempre conseguimos ver os museus.
      Ótima dica para ir com ele em uma ida à São Paulo, um abraço.

      1. lais

        No Pacaembu não tem visitas específicas para entrar no estádio. Quando você está dentro do museu, dá para o visitante ver dentro do estádio. Às vezes o estádio está aberto e é possível andar ao lado do campo, depende da sorte.

    7. Marcia Picorallo

      Estive no museu do Futebol há alguns anos e gostei bastante, apesar de não curtir futebol, porque, afinal, é parte de nossa historia e cultura, então definitivamente não é só pra quem gosta do esporte.

    8. Danielle

      Já tive o privilégio de conhecer o museu do futebol. Super bacana que ele fica dentro do estádio, provocando emoções para os que amam o esporte. Um lugar interativo, com exposições super bem elaborada, com muitas histórias. Acredito que eu tenha ido numa terça-feira, pois não me lembro de ter pago a entrada.

    9. Cynara Vianna

      Aqui em casa são 4 homens e todos amantes do futebol e claro que quando fomos a São Paulo numa viagem em família fomos conhecer o Museu do Futebol kkk. Meus meninos e o marido amaram e eu confesso que também, me surpreendi com o que vi no museu.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    O melhor do Lado B
    Parques em Londres
    National Gallery - Londres
    Biergarten Berlim - Pratergarten
    Rothenburg ob der Tauber
    igreja saint sulpice paris praca