alemanhaberlimbrasilinglaterralondressão paulo

Onde ver o melhor da Street Art em SP, Londres e Berlim

Street Art - Londres - Brick Lane

O grafite até um tempo atrás era considerado uma poluição visual e proibido em alguns lugares. Os grafiteiros a utilizam como expressão individual, manifestação popular e um meio de comunicação. Como essa arte fica na rua, ela está aberta a alterações feitas por outras pessoas. Atualmente a arte urbana é considerada arte e ganhou o mundo, com artistas nacionais viajando para outros países e levando a cultura local mundo afora. A street art está em toda parte, em cidades grandes e pequenas, mas é nas grandes cidades que ela ganha proporção e público maiores. O grafite pode ser feito em diversas superfícies e utilizando várias técnicas, como o spray, pintura com tinta, estêncil, colagem, entre outros. Aqui vamos falar de lugares para ver street art em SP, Londres e Berlim.

Arte Urbana em São Paulo

São Paulo é conhecida por ser cinza e com muitos prédios, mas quando se anda pelas ruas percebe se que ela também é muito colorida, pois o que não falta na cidade é arte na rua. Nela você pode encontrar obras dos maiores grafiteiros do Brasil.

Grafite Oscar Niemeyer - SP - Kobra

A cidade é o berço de grande nomes da street art mundial, como Os Gêmeos, Eduardo Kobra, Crânio, Nina Pandolfo, entre outros. Em muitos lugares da cidade se vê muros coloridos, mas há alguns locais que concentram mais obras.

Grafite - SP - Crânio

Museu Aberto de Arte Urbana

O MAAU fica na Avenida Cruzeiro do Sul (Zona Norte), e as obras foram pintadas nas colunas de sustentação da linha do metrô que passa por cima, nas estações Portuguesa-Tietê, Carandiru e Santana. Em cada coluna há dois grafites, um em cada lado da coluna, alguns de nomes conhecidos.

Museu Aberto de Arte Urbana - SP

A ideia do museu veio quando os grafiteiros foram presos enquanto pintavam as colunas do local sem a permissão do metrô. Na prisão, eles pensaram no projeto e apresentaram a proposta para a Prefeitura e para o Metrô.

O museu foi iniciado em setembro de 2011 e é o primeiro desse tipo de museu no mundo. Contou com a participação de 58 artistas, a maioria residentes da região.

Como fica no canteiro central da avenida, é difícil andar a pé em alguns pedaços. Os mais fáceis são nos lugares que tem faixa de pedestre.

Beco do Batman SP – Vila Madalena

O Beco do Batman é uma ruazinha onde fica o fundo de várias casas, entre as ruas Gonçalo Afonso e Medeiros de Albuquerque. Ali há arte urbana em todas as paredes, calçadas e asfalto e eles estão sempre se renovando e sendo alterados. Até o Ron Wood (dos Rollings Stones) deixou sua marca, grafitou a boca símbolo da banda na parede, em fevereiro de 2016.

A fama do Beco começou nos anos de 1980, quando um grafite do Batman apareceu da noite pro dia. Com o tempo, os artistas começaram a interferir e criar novos desenhos, tornado-se ponto de referencia no bairro.

Como a Vila Madalena é um bairro boêmio e cheio de vida cultural, há outros grafites interessantes em várias ruas e no beco na Rua Belmiro Braga.

Ele ficou bem famoso nos últimos anos, está sempre bem cheio aos finais de semana. Virou um ponto bem turístico, muita gente que está visitando São Paulo têm ido lá para conhecer.

Uma das características da arte de rua é que ela está em constante mudança, uma obra que foi feita há poucos meses atrás, podem não estar lá quando você voltar no mesmo lugar. Um exemplo disto são essas fotos do Beco do Batman que foram tiradas há um tempo atrás, elas já mudaram muito!

 

Região Central

No centro, há muitas laterais de prédios com grafites gigantes. Em 2015, houve o festival O.bra que convidou 18 artistas, entre eles Speto, Binho, Kobra para fazer as pinturas com tema escolhido pelo artista. Há painéis espalhados no Largo do Arouche e Minhocão.

No Minhocão (nome mais conhecido do Elevado Presidente João Goulart) há muitos grafites e muros verdes (plantas colocadas nas laterais dos prédios) formando desenhos e embaixo do elevado, nas Rua Amaral Gurgel e Avenida São João também tem bastante intervenção urbana interessante.

Jardim vertical - Minhocão São Paulo

Há outras obras em prédios e muros espalhados na Rua da Consolação, Avenida Tiradentes e Rua Prestes Maia.

 

Ligação Leste – Oeste

Nessa ligação há muito graffiti, mas dois grandes painéis se destacam. Eles ficam perto da alça de acesso da Avenida 23 de Maio, sobre o Viaduto Jaceguaí e começa a partir dos arcos de tijolos (nome oficial: praça dos Artesãos Calabreses), um de frente para o outro.

Eles foram feitos pelos Os Gêmeos, Nina, Nunca, Zefix e Finok.

Ali é uma passagem para carros, então tem que passar devagar para ver bem os grafites, pois eles são cheio de detalhes. Ou como pedestre, dá para ver sobre o Viaduto Jaceguaí.

 

Street Art em Londres

Londres tem uma cena cultural muito forte, com museus e galerias expondo desde arte pré-histórica até arte digital. É claro que street art está super presente também.

Um dos grandes artistas é o Banksy. Ele supostamente é de Bristol (cidade a 190 km de distância), mas ele tem algumas obras espalhadas e uma galeria que vende cópias impressas de seus trabalhos. Ele tornou-se uma figura icônica na arte de rua mundial, devido ao seu talento e criatividade ao tocar em assuntos tão atuais e polêmicos pelo mundo. Além de ter criado um mito em torno de sua identidade, que não é conhecida, existem diversas teorias a respeito de quem ele é, mas nenhuma 100% comprovada.

Há grafites em várias partes da cidade, mas você encontra mais nos bairros alternativos como no East London. Veja este nosso post completo, com mais dicas sobre o que fazer em East London.

 

East London

O East London é vibrante! São muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo. Há galerias de arte, pessoas descoladas, feiras de vários temas, restaurantes, pubs e, é claro, muita arte urbana. Ela está nas paredes dos muros, nas laterais de prédios, na calçada, nos becos, em muitos lugares. Nós adoramos essa parte de Londres!

Brick Lane

A Brick Lane e as ruas que cruzam com ela são recheadas de urban art. Gostamos de descer na estação de metro Aldgate East, na rua Whitechapel High Street e começar a caminhada passando pela Bangla Town.

Por ali é legal em qualquer dia, mas achamos mais vibrante no fim de semana, especialmente no domingo, pois a rua fica fechada para pedestres e algumas lojas estão fechadas e mais graffitis se revelam.

Shoreditch

Essa região muito bacana, com lugares, pubs, restaurantes e lojas super descoladas. As ruas estão sempre em mutação e nesse sentido, há muita intervenção artítica na rua.

As ruas que mais concentram grafite são Old Street, Rivington Street, Shoreditch High Street, Blackall Street, Curtain Road, Bateman’s Row, Kingsland Road, New Inn Yard, Leonard Street, Charlotte Road e Great Eastern Street.

Inclusive tem um grafite do Banksy na parte de dentro do jardim do Cargo Club, na rua Rivington Street. Muito bacana!

 

South Bank Centre

O Southbank é um centro cultural com várias atividades simultâneas. Sempre tem exposições temporárias interessantes, eventos musicais, literários e performances artísticas. Ele é um complexo de pontos culturais como BFI – British Film Institut, Royal Festival Hall, algumas galerias de arte e uma biblioteca.

Há bastante espaço livre onde as pessoas se encontram, descansam nos bancos, bares e restaurantes. Como fica na margem do Rio Tamisa e perto do metrô, gente de várias tribos circulam por lá.

Na entrada do centro na frente do rio, há uma pista de skate e muitas pessoas de skate e patinete passeiam no calçadão. Há muita street art na pista e nos arredores do complexo.

Endereço: Belvedere Road
Metro: Waterloo
Horários: diariamente das 10hs às 23hs

 

Banksy Print Gallery

É uma galeria permanente que expõe e vende os trabalhos do Bansky.
Ela foi aberta em dezembro de 2016, pelo Steve Lazarides que foi seu agente até 2009 e fotografou e documentou os trabalhos dele nesse período. É possível comprar algumas cópias do artista.

Ela fica no bairro de South Bank.

Endereço: 22 Upper Ground, SE1 9PD
Horários: terça-feira a sábado das 11hs às 19hs
Ingresso: gratuito
Site: https://www.lazinc.com/banksy-print-gallery/

 

Brixton

O grafite dedicado ao David Bowie foi feito quando ele morreu em janeiro de 2016, pois ele nasceu e cresceu nesse bairro no sul da cidade.

O mural é um desenho do Aladdin Sane e fica na Tunstall Road, no lado oposto da estação de metrô Brixton.

 

Mais arte espalhada pelas ruas de Londres:

 

Urban Art em Berlim

Berlim é a capital da Alemanha, com prédios burocráticos e sérios. Ao mesmo tempo, é cheia de museus, galeria de arte, bares, baladas, restaurantes. Ela é vibrante, cultural, alternativa e underground. Tudo isso junto a torna única!

Há arte urbana em todos os lugares: muros, latas de lixo, pontes, portas, portões, túneis, passagens subterrâneas etc.

Há alguns lugares onde se pode ver mais street art, como os bairros de Friedrichshain e Kreuzberg.

Também no centro da Postsdamer Platz tem pedaços do muro com alguns grafites e em muros dos prédios em volta.

Street Art - Muros Potsdamer Platz - Berlim

East Side Gallery

O mural mais conhecido de Berlim é a East Side Gallery. Ele tem 1.3 km de extensão ao longo do Rio Spree (entre a ponte Oberbaumbrucke e Ostbahnhof, em Friedrichshain) e é uma parte do muro que separava a cidade entre leste e oeste. Inclusive, esse pedaço do muro é o mais longo que ainda existe e ele ficava na parte oriental da cidade, por isso do nome east side.

Depois que o muro caiu, foram convidados mais de cem artistas de 21 países para pintar a galeria. Ela foi aberta em 28 de setembro de 1990 e um ano depois, ela foi protegida como um memorial. As pinturas tem mensagens de paz, liberdade, esperança e euforia no pós queda do muro e pós guerra fria. Ele é super visitado e com certeza você já viu fotos com algum graffiti de lá. Vale a pena conferir de perto!

Endereço: Mühlenstrasse
Metro: estação Warschauer Strasse / Linha S3, S5, S7 e S9 e Linha U1
Site: http://www.eastsidegallery-berlin.com/data/eng/index-eng.htm

 

Mauer Park

O Parque do Muro (em tradução literal) foi criado em 1989, na área entre os dois muros.

Na parte alta, há um trecho de 300 metros de muro original que foi preservado e ele é todo grafitado e está em constante alteração. Quando fomos, havia alguns artistas fazendo novas pinturas.

Aos domingo, também tem karaokê, bandas de música e uma feira de roupas e comidinhas. Vale a pena conhecer esse parque! Veja mais no post Mauerpark e Berlin Wall Memorial Museum

Endereço: Eberswalder Strasse/Schwedter Strasse – Prenzlauer Berg.
Metro: U-Bahn: Linha U8, estação Bernauer Str.; Linha U2, estação Eberswalder Strasse

 

Urban Nation

O nome completo é Urban Nation Museum for Urban Contemporary Art e ele se define como o museu do impossível, pois tem o objetivo de trazer a arte da rua para indoor.

Diferente de outros museus, a fachada exterior se torna suporte para a arte também e será sempre alterada.

No interior estão expostos os trabalhos de artista de diversas partes do mundo e além de expor, tem o objetivo de catalogar e arquivar a arte urbana.

Mas a rua não está esquecida, pois o museu organiza alguns projetos nas paredes das ruas da redondeza.

Endereço: Bülowstrasse 7, 10783 / Schöneberg
Horários: terça-feira a domingo das 10hs às 18hs
Ingresso: gratuito
Site: https://urban-nation.com/

 

Intervenções urbanas espalhadas por Berlim:

 

 

Este artigo faz parte da blogagem coletiva Street Art pelo Mundo #streetartpelomundo
Confira os posts dos blogs participantes!

 

Share Button

Vai Viajar?

Já reservou o seu Hotel? Nós usamos e recomendamos o Booking para reserva de hotéis, com opções em todos os lugares do mundo e com diversos preços. Faça a sua reserva de hotel através do nosso link acima.

Não esqueça do Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa (Tratado de Schengen). Mesmo em outros países, é importante ter a assistência médica para casos de emergência.
Você pode parcelar em até 12x no cartão de crédito ou receber o desconto de 5% no boleto! Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAGEMLADOB5

Vai alugar um carro? Temos parceria com a RentCars. Você paga em Reais e sem cobrança de IOF! Você pode pagar no cartão de crédito parcelado, ou receber desconto no boleto bancário!

Reservando com os nossos parceiros, você nos ajuda a manter o blog e a criar mais conteúdo!


20 comments
    1. lais

      Vale a pena dar uma olhada no MAAU, é mto bacana! Isso mesmo, nos pilares do Minhocão tbm tem muita arte urbana, com colagens, azuleijos coloridos e adesivos, fora tinta e spray.

  1. Gisele Prosdocimi

    Muito interessantes e coloridos os exemplos de Street Art que postou aqui, mas aquela parede com plantas formando um desenho ficou demais, nunca tinha visto este tipo de expressão artística, adorei!

    1. lais

      Há vários desses paredões verdes nas laterais dos prédios ao lado do Minhocão. Além de deixar SP mais verde, as plantas deixam os prédios mais frescos. Os outros paredões tem desenhos abstratos e composições com plantas de diversos tons de verde. Vale a pena dar uma olhada com atenção!

    1. lais

      O MAAU é uma surpresa super bacana para quem passa na avenida. São muitas obras interessantes em um espaço que estava perdido e cinza.

  2. Ana Carolina Santos

    Uau! São Paulo está arrasando no quesito #streetart 🙂
    Obras lindas, Artistas fabulosos! Que bom ver São Paulo mais linda!

  3. Lulu Freitas

    Que post sensacional! Fotos e mais fotos de lindos trabalhos. Gostei de conhecer o MAU de São Paulo, Não sabia de sua existência e que interessante ser embaixo de um viaduto!

    1. lais

      Um dos motivos que mais gostamos do MAAU é ele ser aberto e fica em um lugar esquecido e cinza da avenida. A antiga pilastra cinza se tornou colorida. 😉

  4. Marcelo Ribeiro

    Nossa quantos lugares incríveis, quanta arte!
    Realmente, parece que quanto maior a cidade, mas ela combina com Street Art.
    Em São Paulo conheci o Beco do Batman, mas não conheci o Museu Aberto, que pena.
    Ótimo post.

  5. Fernanda Scafi

    Quando estive em Londres, ainda nem curtia street art e não reparei nessas coisas, mas em Berlim foi uma das coisas que mais gostei na cidade! SP está aqui do lado e toda vez q vou, acabo achando algum mural novo!

    1. lais

      Os grafites sempre mudam, são apagados ou modificados.
      Aqui em SP, eles estão ocupando as laterais dos prédios no centro e cada um mais bacana que o outro. 😉

  6. Cynara Vianna

    Muito legal sua seleção, mas me diz uma coisa, onde fica o prédio com Niemeyr em São Paulo? Já andei pela Paulista de canto a canto e não consegui chegar nele acredita? Adorei rever os pedaços do muro de Berlim na Potsdamer Platz.

    1. lais

      O grafite do Niemeyer fica quase na esquina da Av. Paulista com a Rua Treze de Maio, literalmente em cima da Japan House.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O melhor do Lado B
Parques em Londres
National Gallery - Londres
Biergarten Berlim - Pratergarten
Rothenburg ob der Tauber
igreja saint sulpice paris praca
Inline
Inline