françamuseus/exposiçõesparis

Museu d’Orsay em Paris

Museu D'orsay - Paris

A visita ao Museu d’Orsay é uma das atrações que você não pode deixar de fora em seu roteiro de Paris. É um dos museus preferidos de quem visita a cidade, ele abriga uma imensa coleção de artistas impressionistas e muito mais. Sua arquitetura é linda, pois foi montado em uma antiga estação de trem.

O Museu de Orsay está localizado na margem esquerda do rio Sena, no VII arrondissement. Ele é um dos museus mais visitados em Paris, normalmente tem filas para comprar ingresso, mas, mesmo assim, vale muito a pena!

Ou, se preferir, ele está incluso no Paris Pass, este é um cartão que dá acesso a diversas atrações turísticas, museus e transporte. Existem diversas categorias, dependendo de quantos dias você vai querer usar. Lembre-se também de reservar a sua hospedagem para a capital francesa! Confira as oportunidades no site Booking.com.

Museu d'Orsay - Paris

Lá você vai ver muitas obras dos grandes mestres da arte ocidental do período entre 1848 e 1914, entre os principais estão Van Gogh, Degas, Cézanne, Gauguin, Monet, Munch, Manet, Renoir, Rodin, Delacroix e muitos outros.

História do Museu d’Orsay

O prédio era uma estação ferroviária, a Gare de Orsay. Inclusive foi usada como set de diversos filmes, enquanto o Hotel Druot estava sendo reconstruído depois da guerra, mas foi fechado em 1973, e em 1975 a direção dos museus franceses já considerava transformá-lo em um museu. A decisão oficial veio em 1977, assim, o Museu d’Orsay foi inaugurado em 1 de dezembro de 1986.

Museu d'Orsay - Paris - VistaA forma como as obras estão dispostas é muito boa e a iluminação, que mistura luz natural e artificial para ver as obras, é ótima! A foto com o relógio pelo lado de dentro é quase obrigatória.

Museu d'Orsay - Paris - Relógio

Principais obras do Museu d’Orsay

O museu está dividido em 3 andares e o Pavillon.

No térreo predominam as esculturas, sendo imperdíveis: as esculturas de Rodin, as obras-primas de Courbet e trabalhos iniciais de Manet, Degas e Monet. Além de trabalhos do movimento Acadêmico dos anos de 1850 como Ingres e Delacroix, a galeria  dos Simbolistas como Moureau e Puvis de Chavannes.

No primeiro andar (que eles chamam de Level 2) estão o movimento Naturalismo e Art Nouveau  da França, Bélgica e Itália. Também o Neo e Pós Impressionismo com Van Gogh (fantástico!) e Gauguin.

Deste Level 2 é possível acessar o Pavillon, onde pode ver Art Nouveau da Europa Central, do Norte e Escandinávia, depois Art Nouveau Austríaca, Britânica e Americana. Dali você chega ao Level 5, a galeria Impressionista.

No Level 5 (último andar) você verá obras-primas do movimento impressionista de 1860 à 1900. Fantásticos quadros de Manet, Degas, Renoir, Monet, Cézanne e outros.

Curiosidade: Desde 19 de março de 2015, o Museu d’Orsay liberou para que tirassem fotos, mas é claro, sem flash.

Onde comer

Ele tem dois cafés e um restaurante, que é o antigo restaurante do Hôtel d’Orsay, todos são lindos, mas damos destaque ao Café Campana, que fica logo após a galeria dos impressionistas (no último andar), com design dos brasileiros irmãos Campana. Aproveite as comidinhas e a maravilhosa vista da cidade e do rio Sena.

Informações do Museu

Preço em 2018: 14 euros. Grátis no primeiro domingo do mês e menores de 18 anos. Mais detalhes no site.
Pode ser comprado online. Nesse caso acrescenta a tarifa das empresas.

Horário de funcionamento: diariamente 9h30 às 18h00, exceto às segundas-feiras.
Às quintas-feiras, horário estendido até às 21h45.
O museu começa a ser fechado às 17h15 (21h15 quintas-feiras).

Endereço: 62, rue de Lille – Paris

Como chegar: Metro 12 Solférino – RER C Musée d’Orsay – ônibus 24, 63, 68, 69, 73, 83, 84, 94.

Mais informações no site oficial do Musée d’Orsay.

Quer conhecer outros museus na capital francesa? Veja esta lista de 10 museus em Paris que achamos imperdíveis!

 

Esse post faz parte da blogagem coletiva da #MuseumWeek 2016 de blogueiros da RBBV.

Blogs da RBBV participantes da #MuseumWeek 2016

Geral

A Fragata Surprise – Casas-museus: a vida cotidiana de gente muito especial
Despachadas – 5 Museus Interativos ao redor do mundo

Europa

Alemanha
Tá indo pra onde? – Ilha dos Museus
Viajoteca – 5 museus inusitados em Berlin
Pelo Mundo Com Vc- Museu do Holocausto ou Memorial aos Judeus Mortos da Europa
Já Fomos – Visitando o Campo de Concentração em Dachau
Pequenos pelo Mundo – Museus de Automóveis na Alemanha
A Li na Alemanha – Museu Mercedes-Benz

Bulgária
Escolho Viajar – Museu Nacional de História Militar

Espanha
Virando Gringa – Museo Atlantico
Comendo Chucrute e Salsicha – Museo de Artes y Costumbres Populares de Sevilla
Esto Es Madrid, Madrid – Museo de Altamira
Sol de Barcelona – Museu Joan Miro

França
A Path to Somewhere – Centre Pompidou
Destinos por onde andei… – Louvre
Direto de Paris – Musée Rodin
SOSViagem – Museu do Louvre X Museu d’Orsay
Apure Guria – Antigo Egito no Museu do Louvre: incrível!

Grécia
Viaje Sim! – No centro das Cíclades: Museu Arqueológico de Delos
Fourtrip – Museus de Atenas

Hungria
Juntando Mochilas – Museu do Terror

Irlanda
The Life of isa – 4 museus gratuitos em Dublin

Itália
Passeios na Toscana – Palazzo Pitti
The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera
Vou pra Roma – Museus do Vaticano
Roma Pra Você – Galleria Borghese
Grazie a Te – Corredor Vasariano

Malta
Viagens Invisíveis –Grandes Mestres e Armaria

Reino Unido
No Mundo da Paula – Museum of London
Vamos Viajar – British Museum
Segredos de Londres – Victoria and Albert Museum
Mochilão Barato – Madame Tussauds

República Tcheca
Trilhas e Cantos – Museu do Comunismo

Rússia
Love and Travel – Museu Hermitage
Viajei Bonito – Museu da Vodka

Suécia
Viajar pela Europa – Museu Vasa

Suíça
Carta sem Portador – Fondation Gianadda

Turquia
Viagem a Dois – Palácio Topkapi – Istambul

América do Sul

Argentina
Sonhando em Viajar – Buque Museo Fragata A.R.A. “Presidente Sarmiento”

Brasil
Coisos on the go – InhotimE aí, Férias! – Museu Imperial
Outro blog – Museu do Amanhã
#KariDesbrava – Museu Nacional de Belas Artes
O Melhor Mês do Ano – Museu do Futebol
Cantinho de Ná – Museu do Frevo
De Cá Pra Lá – Museu Palácio dos Bandeirantes
Viagens que Sonhamos – Fundação Iberê Camargo
Nativos do Mundo – Museu da República
Atravessar Fronteiras – CCBB – DF
Embarque neste blog – Museu Casa Guilherme de Almeida
Vida de Turista – Museu de Ciências e Tecnologia da PUC-RS
Mel a Mil pelo Mundo – Museu Julio de Castilhos
Devaneios de Biela – Museu Oscar Niemeyer (Museu do Olho)
Tirando Férias – Museu de Zoologia da USP
Viagem em Detalhes – Museu Catavento – Espaço Cultural da Ciência
D&D Mundo Afora – 9 museus no Brasil
Estrangeira – MAMuseu: Museu Histórico de Alcântara

Chile
Gastando Sola Mundo Afora – Museo Chileno de Arte Precolombino

Peru
De Mochila e Caneca – Museu da Inquisição

América do Norte

Estados Unidos
Família Viagem – Fernbank Museum of Natural History
Janela para o Mundo – Graceland
RenataPereira.tv – Bibliotecas e Museus presidenciais nos EUA
Aquele Lugar – Museu do Ar e Espaço
Fica Dica Viagens – Vizcaya Museum
Casal Califórnia – Museus no Balboa Park
Malas e Panelas – The Broad Museum
Felipe, o pequeno viajante – Museu de Anchorage, Alaska
Ideias na mala – Melhores Museus de San Francisco

México
Viagem de Fuga – Museu Frida Kahlo
Uzi Por Aí – Museu Soumaya

Ásia

China
Like Wanderlust – Museu Qin e os Guerreiros de Terracota

Vietnã
Brazuka – Museu da Guerra (War Remnants Museum)

Japão
A Aventura Começa – Museu Meijimura

Oceania

Austrália
Coordenadas do mundo – Museu de Arte Contemporânea

Share Button

Vai Viajar?

Já reservou o seu Hotel? Nós usamos e recomendamos o Booking para reserva de hotéis, com opções em todos os lugares do mundo e com diversos preços. Faça a sua reserva de hotel através do nosso link acima.

Não esqueça do Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa (Tratado de Schengen). Mesmo em outros países, é importante ter a assistência médica para casos de emergência.
Você pode parcelar em até 12x no cartão de crédito ou receber o desconto de 5% no boleto! Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAGEMLADOB5

Vai alugar um carro? Temos parceria com a RentCars. Você paga em Reais e sem cobrança de IOF! Você pode pagar no cartão de crédito parcelado, ou receber desconto no boleto bancário!

Reservando com os nossos parceiros, você nos ajuda a manter o blog e a criar mais conteúdo!


54 comments
  1. Nivia

    Me senti tocada quando visitei este museu, há quase dez anos atrás… Não vejo a hora de voltar, é muito completo e acolhedor (e talvez menos intimidante que o Louvre)

  2. Simone Hara

    Na nossa passagem por Paris acabamos deixando alguns museus e atrações pra uma próxima (pra ficar aquele gostinho de “quero mais”) . Esse foi um dos que não visitamos e lendo teu post me bateu uma vontade de retornar urgentemente!!

    1. doug

      Obrigado! Legal que nosso post instigou a vontade de voltar para Paris! Nós também só visitamos o Museu d’Orsay na segunda vez que fomos lá, e vale muito a pena!

  3. Cynara Vianna

    Fui 2 vezes a Paris e ainda não fui ao Dorsay acredita? Estavano roteiro mas fiquei tanto tempo no Louvre nas 2 viagens que o tempo se tornou curto, mas claro que na próxima viagem será nosso primeiro destino na cidade.

    1. lais

      Cynara, essa é uma ótima desculpa para visitar Paris novamente. Você precisará de um período do dia para visitar o museu d’Orsay.

  4. Denya

    Esse museu deve ser maravilhoso mesmo!!! Já estive 2 vezes no Louvre e ainda não visitei o Museu D’Orsay. Da próxima vez, com certeza .
    Que bom poder conhecer tantos blogs bacanas através da blogagem coletiva. 😉
    Abraços
    Denya

    1. lais

      Denya, o museu d’Orsay é incrível mesmo, vale a pena!
      Tbm achamos que a blogagem coletiva propicia essa troca tão bacana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O melhor do Lado B
Parques em Londres
National Gallery - Londres
Biergarten Berlim - Pratergarten
Rothenburg ob der Tauber
igreja saint sulpice paris praca