Veneza – Muito mais do que canais e gôndolas

Quando se fala em Veneza, logo vem a mente os canais, as gôndolas e o carnaval de máscaras, mas a cidade tem muito mais do  que isso.

Essa cidade é formada por várias ilhotas unidas por pontes. Realmente é um charme. Veneza é encantadora!

Andar sem destino e se perder pelas ruazinhas e becos faz parte do passeio. Quando isso acontece, sempre se descobre algo bacana.

Praça de São Marcos (Piazza San Marco)

A praça é um marco da cidade, lá ocorreram eventos importantes e é cercada por prédios históricos, como: a basílica, o palácio dos Doges, campanário, torre do relógio, entre outros. Ela é sempre cheia de turistas e pessoas andando.

Basílica de São Marcos (Basilica di San Marco)

A basílica fica na Praça San Marco. No ano de 828, foi construída a primeira igreja para abrigar as relíquias de São Marcos. Com o tempo, foram destruídas e construídas várias igrejas até que em 1063 iniciou a construção desta basílica.

Ela mistura estilo bizantino e gótico, com muito ouro, mármore, colunas, mosaicos e relevos. Não dá para descrevê-la, tem que visitá-la. Ela é lindíssima!

Sempre tem filas para entrar, mas vale a pena esperar.

Palácio Ducal (Palazzo Ducale)

O palácio atual foi construído entre os anos de 1309 a 1424 e servia como fortificação, câmara, senado , escritórios governamentais e até prisão. No século 20 se tornou museu.

Ele fica ao lado a basílica, tem 3 andares com salas ornamentadas, arquitetura super rica de detalhes e amplo pátio interno. O museu bem é grande.

Ponte dos suspiros (Ponte dei Sospiri)

A ponte foi construída no início do século 17 em estilo barroco e liga o Palácio Ducal – a sala de interrogatório a Prigione Nove (nova prisão). A ponte era uma passagem de prisioneiros para serem julgados.

Esse nome foi dado na literatura romântica, lenda diz que a partir desta ponte podia-se ouvir os suspiros do condenado como eles estavam sendo levados para a prisão.

Seu perfil arqueado, suspensa sobre a água do Rio Palazzo, compõe uma das cenas mais famosas da cidade.

A lenda local diz que casais terão amor eterno e se eles se beijarem quando a gôndola passar por baixo da ponte.

Igreja de Santa Maria della Salute

É uma igreja imponente na ilha oposta a praça de San Marco, perto da Punta della Dogana (Ponta da Alfândega).

Ela foi construida no século 17 em homenagem a Virgem Maria, como promessa da cura da peste que atingiu a cidade na época.

Vale a pena dar uma descansada na sua escadaria e ver o vai-e-vem das embarcações e depois ir até a ponta da ilha, perto do prédio da alfândega. Tem um ponto do vaporetto logo em frente à igreja.

Atenção, se você quiser entrar na igreja, ela fecha para almoço.

Bem perto dali tem o Museu Peggy Guggenhein.

Grande Canal

É a maior via da cidade e a concentração dos mais bonitos palácios.

Durante muito tempo, Veneza foi uma cidade de comerciantes, com pessoas muito ricas e com isso, muitos palacetes foram construídos, principalmente nas margens do Grande Canal.

Transporte

Na cidade não tem carros e nem ônibus, então o transporte é feito pelos canais. É possível navegar com as gôndolas, lanchas particulares e o vaporetto.

A gôndola é marca registrada de lá, com o gondoleiro passando por pequenos e grandes canais.

Já o vaporetto é o transporte público, você compra um ticket com uma quantidade de passagens e ele para em certos pontos. Inclusive tem um ponto muito perto da Piazza San Marco.

Ponte Rialto

A ponte é a mais antiga sobre o Grande Canal e por muito tempo foi a única que unia os dois lados.

A construção atual foi feita no século 16, de pedra e arcos romanos. De cada lado das rampas há uma fila de salinhas, que servem como espaços de comércio.

Luzes do céu

Enquanto você estiver andando repare no céu. A cada horário do dia, ele está de uma cor. Se tiver nuvens, veja as luzes que refletem nelas. A cidade é realmente mágica!

Muitos pintores retrataram essas cores e um deles é J.M.W.Turner (pintor inglês do século 17), muitas obras desse pintor estão no Tate Britain.

Nos dias que você ficar lá, aproveite para tomar os gelatos (sorvete tipo italiano) são maravilhosos!

Veneza é famosa pelo carnaval de máscaras e é possível comprar de vários tipos e tamanhos, desde para você vestir como também para pendurar na parede.

Também tem os vidros coloridos, chamados de murano. Na verdade, esse vidro é feito na ilha de Murano, bem pertinho de Veneza. É possível tomar um vaporetto direto para lá e visitar as fábricas. Se você não tiver tempo, tem várias lojas especializadas e pode comprar desde um anel até luminárias.

Na Itália não é permitido entrar nas igrejas com shorts curto, minissaia ou regata. Se você estiver vestindo um desses trajes, você pode recorrer a um lugar ao lado da igreja e comprar um pano para colocar nas costas ou na cintura. Também não é permitido mochilas e você vai precisar deixá-las em um armário.


Exibir mapa ampliado

No Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *