Santiago do Chile

Santiago do Chile

Antes do avião aterrizar, a vista da Cordilheira dos Andes é impressionante! Há muitas coisas para conhecer na cidade de Santiago do Chile, como o Cerro San Cristobal e Santa Lucia, La Chascona – a casa de Pablo Neruda e o centro.

San Cristobal

Se o dia estiver claro e sem nuvens: comece indo no parque Cerro San Cristobal (é um parque vertical, na montanha) suba de teleférico até o topo. Suba até a estátua da Virgem Maria que é o ponto mais alto da montanha, curta a paisagem. No café, tome o suco que tem metade de um pêssego e milho (super diferente e regional) e desça pelo funicular.

La Chascona

Ali perto está a casa do Pablo Neruda chamada de “La Chascona”, vale a pena visitá-la. A casa foi construída inspirada em um barco, a sala é abaixo do nível do solo, uma das salas é desnivelada e a casa é composta por várias partes. La Chascona quer dizer despenteada e esse nome foi dado a casa em homenagem a Matilde Urrutia, amante secreta (na época da construção da casa) de Neruda, que tinha uma cabeleira vermelha. Muitos intelectuais frequentaram a casa, como Diego Rivera (muralista mexicano) e ele fez uma pintura dela. Nada é convencional nessa casa. A casa está mobiliada e com os objetos, parece que eles continuam a habitar o local. O café é bacana e as mesas ficam no jardim da casa, ótimo para descansar após a visita.

O bairro Bellavista tem muitos restaurantes e bares, aproveite os menus com entrada, prato principal e sobremesa.

Centro

No centro da cidade tem muito para visitar: a Igreja San Francisco mais antiga da cidade, Igreja de San Agustin a segunda mais antiga, as vias peatonais (ruas somente de pedestes), a catedral, a praça major (central), a Casa de la Moneda – as vezes dá para entrar no jardim central.

Cerro Santa Lucia

Cerro Santa Lucia é um morro com fontes, trilhas, árvores e no alto um mirante muito bacana (ele só perde em altura para o Cerro San Cristóbal). No século XIX foi construído dois fortes, um no lado norte e outro no lado sul. Depois um dos fortes se tornou um cemitério e no final do mesmo século o forte foi desativado e o lugar foi remodelado se tornando o que vemos agora.

Atravessando a rua, tem o mercado de artesanato a Feria Artesanal Santa Lucia, uma tentação.

O mercado central tem várias frutas regionais e restaurantes com comidas típicas. Quase ao lado, fica a antiga estação ferroviária que tem a estrutura de ferro preservada e normalmente tem boas exposições lá.

antiga estacao

 

Um outro passeio para quem gosta de vinhos é visitar a vinícola Concha y Toro, como é perto de Santiago, dá para passar o dia por lá.

No Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *