Projeto Tamar – Oceanário de Aracaju em Sergipe

O Projeto Tamar Aracaju é visita obrigatória para quem está na cidade. Ali é possível conhecer sobre as 5 espécies de tartarugas que vivem no litoral brasileiro e sobre diversos animais marinhos que habitam o mar da região e do Rio São Francisco. Também tem o Submarino Amarelo, que simula o ambiente do fundo do mar. Imperdível!!

Atrações do Projeto Tamar Aracaju

Com sua estrutura em formato de Oceanário fica na Orla de Atalaia. Chegando perto dele, uma tartaruga saindo do ovo te dá as boas vindas. Passando pelo guichê do ingresso, um grande espaço se abre e somos recebidos pelas 5 espécies de tartarugas que desovam no litoral brasileiro, são estátuas em tamanho real com placas explicativa sobre elas.

Logo depois, tem um tanque com tartarugas que não podem retornar ao mar. Ao lado fica o tanque das fofíssimas tartaruguinhas filhotes, elas nasceram a poucos dias e logo serão colocadas no mar. É muito divertido observar como elas são pequenas e ágeis.

No outro tanque ficam quatro tubarões. Todos os dias às 16h45, eles são alimentados e dá para acompanhar.

O Tamar Aracaju possui um formato de uma gigante tartaruga marinha (que pode ser observado em vista área) e reúne cerca de 70 espécies diferentes, todas nativas de Sergipe e ficam expostas em 18 aquários (seis de água doce e 12 de água salgada) dispostas um ao lado do outro, no centro da tartaruga, onde há bancos para observar os animais e descansar um pouco.

O aquário oceânico, que fica embaixo da cabeça da tartaruga, foi o que mais nos impressionou, pois os peixes nadam do lado do vidro e tem uma arraia gigante que de vez em quando desfila no meio dos peixes. Ele tem 150 mil litros de água (é o maior aquário dali) e é uma réplica da parte submersa de uma plataforma petrolífera (em PVC), com cerca de 30 espécies, incluindo arraias, xaréus, garoupas, dentões, ciobas, cangulos e meros. Ali se tem uma ideia de como é a interação do oceano com essa estrutura, muito comum no litoral sergipano. Os animais desse tanque são alimentados todos os dias as 16h30 e é um momento perfeito para ver a raia pegando o peixe direto da mão do monitor.

Existem ainda outro tanque, onde os visitantes podem tocar, às 17h30, em várias espécies de invertebrados (crustáceos, moluscos e equinodermas) e peixes, sempre com a orientação de um monitor. Há muitas atividade que acontecem por lá, como palestras e exposições, as quais ajudam a conscientizar os moradores e visitantes sobre a importância da conservação do ecossistema marinho.

Projeto Tamar - Oceanário de Aracaju - Tanque

Ele foi inaugurado em junho de 2002 e tem capacidade para receber até 300 pessoas ao mesmo tempo. O espaço é amplo, muito bonito e bem cuidado. Além de ser divertido, aprendemos muita coisa sobre esses animais que vivem na região. Tem área construída de 1.700 m², na forma de uma tartaruga gigante e com a cobertura em eucalipto e piaçava.

No fundo do oceano com o submarino amarelo

Lá tem a nova atração: o Submarino Amarelo, que é uma sala refrigerada e escura com animais do fundo do oceano. Em visitas monitoradas, os visitantes tem a oportunidade de conhecer esses animais e vê-los de perto. É muito legal, você entra em um novo mundo que seria somente possível ver se nós estivéssemos em um submarino. É imperdível!! As visitas são diárias e os horários devem ser consultados na bilheteria ao entrar no Tamar, pois a realização das sessões dependem do bem-estar dos animais.

Quer descansar ou tomar algo geladinho? Vá no até o café-trailer. Ele fica na área gramada e tem bancos e mesinhas para sentar.

Na saída, você passa pela lojinha super bacana e tem um monte de coisas lindas para comprar. Os produtos são sustentáveis e produzidos por artesãos brasileiros.

O Tamar de Aracaju é o primeiro oceanário do nordeste e é mantido pela Fundação Pró-TAMAR, que mantém outros centros de visitantes nas cidades: Praia do Forte – BA, Arembepe – BA, Fernando de Noronha – PE, Regência – ES, Vitória – ES, Ubatuba – SP e Florianópolis – SC.

Informações do Projeto Tamar Aracaju:

Endereço: Avenida Santos Dumont, 1010
Horário: Funciona diariamente das 9h às 21h.
Ingresso (2017): R$ 18,00 / meia entrada: R$ 9,00 (estudantes com carteira, crianças acima de 1m e idosos acima de 60 anos). Portadores de necessidades especiais e crianças até 1 metro não pagam.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *