Kassel – Roteiro das águas na Alemanha

Kassel, na Alemanha, é a cidade que possui o maior parque em colina da Europa, o Bergpark Wilhelmshöhe, nele tem o famoso Roteiro das Águas. Esse parque foi projetado em estilo barroco, tem 240 hectares, dois castelos e uma fonte surpreendente.

Lá também é conhecida mundialmente com a Documenta de Kassel, uma grande exposição de arte moderna.

Bergpark Wilhelmshöhe

O parque Bergpark Wilhelmshöhe é considerado o maior parque de montanha da Europa. Além da natureza, lagos e riachos, também tem o palácio Schloss Wilhelmshöhe e castelo Löwenburg (castelo do leão).

A estátua de Hercules, que fica no topo do parque, observa toda a cidade lá de cima.

Esse parque tem mais de 300 anos. O projeto surgiu em 1696, pois o conde Karl von Hessen-Kassel queria valorizar a posição dos príncipes de Kassel perante os outros reinos. Em 1701, o arquiteto italiano Giovanni Francesco Guerniero construiu grande parte das instalações de água e em 1717, a estátua de Hércules foi colocada lá no alto. A gigantesca estátua de cobre (com 70 metros de altura) simboliza as virtudes de um governante justo e sábio, também o poder absoluto do conde.

Roteiro das águas

São mais de 750.000 litros de água que correm até o Grande Chafariz no lago do palácio, onde a pressão natural faz a água subir a uma altura de 52 metros.

As águas iniciam aos pés de Hercules e descem por uma cascata longa de 350 metros até o pequeno lago. Dali ela vai pelo sistema e se transforma na cachoeira Steinhöfer e depois passa sobre a ponte Teufelsbrücke (ponte do diabo). A água corre até o aqueduto em estilo romano e termina no grande chafariz que surge de dentro do lago.

Cada uma das etapas tem o horário certo para começar e dura por volta de 10 minutos em cada lugar, então se programe para chegar cedo no monumento de Hercules e para caminhar por todos os pontos. Segue abaixo:

  • 14h30: inicia no monumento de Hercules;
  • 15h05: cachoeira Steinhöfer
  • 15h20: ponte Teufelsbrücke
  • 15h30: aqueduto
  • 15h45: grande chafariz (Große Fontäne)

O parque fica aberto todos os dias, mas é preciso se programar para ver a cascata. Os dias para seguir as águas são domingo, quarta-feira e nos feriados locais. Funciona somente de 1º de maio a 3 de outubro.

Também é possível visitar as fontes iluminadas a noite, isso acontece no primeiro sábado do mês.

Dica: vá de tênis e roupa confortável, pois primeiro você sobe muitos degraus até a estátua que fica no topo do monte. Depois precisa descer rápido e ir aos outros pontos de observação. Como tem muitas pessoas, os melhores lugares são disputados e não há banco para sentar.

Museu Palácio Schloss Wilhelmshöhe

Esse palácio em estilo barroco impressiona pelo tamanho. Ele fica na entrada do parque e atrás dele está a colina e a grande fonte. Há um jardim e depois um grande gramado onde os visitantes aproveitam os dia ensolarados.

O palácio é um museu onde se encontram obras de arte de antigos mestres (é a segunda maior coleção de Rembrandts na Alemanha), a coleção de artes gráficas e a coleção de antiguidades Greco-romana.

Durante a II Guerra Mundial ele foi danificado e ele foi reconstruído como museu.

Fica aberto de terça a domingo, das 10h às 17h e quarta, das 10h às 20h.

Lion’s Castle (Löwenburg)

Esse castelo parece ter sido construido na idade média, com histórias de cavaleiros e damas, mas na verdade ele foi construído entre 1793 e 1801.

Ele foi encomendado por Wilhelm IX of Hesse-Kassel, que depois se tornou Principe Wilhelm I, para ser um castelo medieval. Inclusive o castelo não tinha a função de ser uma fortaleza ou para a defesa, mas sim para o lazer.

Como era para a diversão, o interior do castelo é ricamente decorada com móveis, tapeçarias, quadros, coleção de armas, vidros e vitrais. O Príncipe Wilhelm I está enterrado na capela.

O castelo fica em uma das encostas da montanha e para chegar lá é necessário andar por trilhas ou subir uma grande escadaria, tem uma ponte e um fosso. Na frente tem um pequeno jardim com roseiras, fontes e estátuas.

Como chegar: O parque fica perto do centro da cidade, há bondes que chegam até a entrada do parque. Também é possível ir de carro, mas não é aconselhável, pois são poucas as vagas no estacionamento.

Endereço do Bergpark Wilhelmshöhe: Schlosspark 1 (bonde / tram n°1 – Wilhelmshöhe Park)

Documenta Kassel

O Documenta de Kassel é uma enorme exposição de arte moderna que ocupa os museus e parques da cidade. É realizada a cada 5 anos e a primeira Documenta foi em 1955. O número de visitantes aumenta a cada edição da exposição.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *