Istambul – Palácio Topkapi, café, doces e banho turco

Istambul tem uma cultura riquíssima, com influências romana, otomana, islâmica e cristã, tudo isso formou a cidade. Há mesquitas, palácios, igrejas cristãs, museus e não podemos esquecer da comida. O café turco, o chá e os doces turcos são imperdíveis! Não deixe de visitar o palácio Topkapi, é maravilhoso!

Costumes locais, café, chá, doces e banho turco

No café turco, o pó super fino é misturado diretamente na água e ele não é coado. Depois que ele é servido na xícara, é necessário aguardar de um a dois minutos até o pó descer. Em lugares mais turísticos tem mulheres que leem a sua sorte através da borra do café.

O chá  é a bebida nacional, ele é servido em copinhos em formato de tulipa, muito delicados! Os mais tradicionais são o chá preto e o chá de maçã, se bebe em qualquer horário do dia e em vários lugares da cidade. Em algumas lojas, os vendedores servem o chá para tentar fechar o negócio com o cliente. No Grand Bazar é comum ver pessoas com bandejas com alça cheia de copinhos com chá andando pelos corredores e dentro das lojas.

Há muitos doces gostosos para comer e os mais famosos são os doces folhados baklava e as balas de goma conhecidos como turkish delights. Andando pelas ruas se vê muitas lojas artesanais especializadas nesses doces, eles ficam expostos nas vitrines, como obras de arte.

Istambul Doces Turcos As baklavas são feitas com massa ultra fina recheada, a mais tradicional é com recheio pistache (em forma de farofa super verde brilhante), mas também tem com nozes ou castanhas ou chocolate e sempre cobertas com mel.

Os turkish delights são feitos com uma mistura de goma doce e recheios diversos, pode ser pistache, nozes, frutas secas, entre outros sabores e cobertos com açúcar de confeiteiro. Normalmente se compra por quilo.

Banhos turcos (Hamam)

Os banhos turcos são conhecidos pelas famosas massagens feitas pelo funcionário do local.

Os banhos são saunas úmidas e feitos em casa especializadas, com áreas separadas para homens e mulheres.

Na recepção do local já é possível sentir o calor das salas e o cheiro de erva do sabão utilizado no banho. Inclusive na lojinha, os sabões são vendidos para você tomar banho em casa.

Passeando pelas ruas, há várias bancas que fazem suco natural de laranja e romã, não deixe de provar o suco de romã!

Istambul RomãAs tulipas são da Turquia

Uma curiosidade, a tulipa é originária da Turquia. Nos jardins e praças, sempre há tulipas de diversas cores, formando tapetes coloridos. O formato da flor influencia diversos objetos locais, como o copo de chá, pinturas nas cerâmicas, tapeçarias, entre outras coisas.

Palácio Topkapi

O palácio Topkapi foi a residência dos sultões otomanos por quase 400 anos, de 1465 a 1856. O complexo é um exemplo de arquitetura otomana e não foi construído de uma vez só, pelo contrário, durante os anos, alas foram adicionadas ao projeto inicial, com ampliações e criação de novas áreas. Além de moradia, o palácio também era utilizado como centro administrativo do governo.

Palácio Topkapi - IstambulNo século 19, os sultões construíram um novo palácio as margens do Bósforo, o palácio Dolmabahçe, com arquitetura inspirada nos palácios europeus.

O palácio fica em cima da colina, no centro histórico, perto da Hagia Sofia e Mesquita Azul com uma vista linda do Bósforo.

Uma vez que você atravessa o portão principal, já se vê um lindo jardim. E assim há outros portões dando acesso a áreas do palácio.

Ele é formado por diversos jardins, salões, pátios, mesquita, cozinhas, quartos e o famoso harém (para visitar o harém é necessário pagar outro ingresso). Todos os salões são ricamente pintados e decorados. Os tetos são maravilhosos. Há muitos azulejos pintados, portões e decorações em dourado.

Há várias galerias com coleções de preciosidades acumuladas durante os séculos, como tapeçarias, cerâmica, prataria, caligrafia, livros raros, roupas, etc. Os objetos são separados em diversas galerias de acordo com o tema. Duas delas são imperdíveis, a que guarda as joias dos sultões e a das relíquias sagradas.

A galeria dos tesouros tem joias, espadas, pedras preciosas, armadura, entre outros objetos, sendo a estrela principal o diamante em forma de gota de 86 quilates.

A outra galeria mostra as relíquias islâmicas, como o manto e a espada do profeta Maomé, entre outros objetos sagrados.

O palácio se tornou um museu em 1924 e é uma das atrações mais visitadas da cidade.

Endereço: Sultanahmet, Fatih

Mais informações aqui.

Kariye Camii (St. Savior in Chora) Museu Chora

Durante o reinado de Constantino foram construídas muitas igrejas cristãs que depois da conquista otomana, foram convertidas em mesquitas.

A igreja St. Savior in Chora foi construída no século 11, o seu interior foi decorado durante o século 14 e tem um dos mais bem preservados mosaicos bizantinos e afrescos da cidade. São 50 mosaicos datados por volta de 1310, com imagens do novo testamento ordenados em ordem cronológica, muitas imagens tem cenas com Jesus Cristo e a Virgem Maria.

Depois da conquista otomana (1453), a igreja se tornou mesquita no século 16 e o nome foi alterado para Kariye Camii. Os mosaicos bizantinos foram cobertos por gesso e com isso eles ficaram protegidos durante vários séculos. Eles foram redescobertos no século 19 e parte do gesso foi removido.

Em 1947, a mesquita se tornou um museu e se chama Kariye Müzesi – Museu Chora.

Endereço: Kariye Camii Sok., Kariye Meydani, Edirnekapi.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *